JACARANDÁ MIMOSO

Jacaranda mimosifolia D. Don (Bignoniaceae)

crédito: https://www.sitiodamata.com.br/jacaranda-mimoso-jacaranda-mimosifolia

De acordo com estudiosos, essa espécie é nativa da Argentina, Bolívia e Paraguai.

Apesar do nome popular Jacarandá existem 49 diferentes espécies. Elas variam de altura, de 2m a 30 e se são utilizadas para o aproveitamento da madeira ou paisagismo.

No entanto, o estilo floral é muito parecido entre todas.

O Jacarandá mimoso floresce por toda a primavera e início do verão. As árvores são muito comuns nas cidades, devido a sua beleza.

Os frutos surgem no outono, são lenhosos, deiscentes (ou seja, que se abrem )e contêm numerosas e pequenas sementes aladas, típico da família Bignoniaceae.

As flores são grandes, em forma de trompetes, suavemente perfumadas, de coloração azul profundo ou arroxeada e arranjadas em inflorescências, com cerca de 57 flores cada uma. As flores se abrem durante o dia, o que chamamos na ecologia da polinização de flores diurnas.

É muito importante essa informação porque indica que o polinizador ou polinizadores estarão entre aqueles que procuram alimento nas flores durante o dia.

De 4 a 8 flores se abrem juntas, por inflorescência.

Diante disso, imagina o fast food para os polinizadores!!! e pilhadores, não vamos nos esquecer deles….

E quem poliniza essas belezas de flores?

Você já está ficando expert em polinização, não? Quer arriscar?

Muitos animais visitam o jacarandá mimoso. Entre eles as abelhas, vespas e aves são as mais frequentes.

A espécie é polinizada pelas grandes abelhas!

São elas: Mamangavas, abelhas carpinteiras e uma abelha também grande da espécie Eulaema nigrita, muito encontradas nas cidades, além das florestas, seu habitat natural, claro.

mamangava Bombus morio. Os antigo diziam que quando uma abelha dessa entra na casa da gente é porque receberemos visitas. Crédito da foto:
https://docs.ufpr.br/~rbg/page3.html
Xylocopa sp ou abelha carpinteira. Crédito:
https://en.wikipedia.org/wiki/Carpenter_bee

Para o leigo, essas abelhas são todas pretas e grandes, é verdade. Mas para o pesquisador elas são bastante diferentes.

No entanto, juntas, elas promovem a reprodução da Jacaranda. E a planta, por sua vez, sustenta essas abelhas, tanto nas florestas como nas ruas, parques e jardins das cidades, em uma parceria maravilhosa.

Como é bom entender isso, não?

Saiba mais:

Alves, G.R. ; Peruchi, A.; Agostini, K. 2010. Polinização em área urbana: o estudo de caso de Jacarandá mimosifolia D. Don (Bignoniaceae). Bioikos, Campinas, 24(1): 31-41.

Publicado por Dra Alexandra Gobatto

Bióloga, especialista em ecologia da polinização.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: