ACEROLA

Malpighia emarginata DC. – Família Malpighiaceae

Foto por Matheus Ku00f6hler em Pexels.com

Quem não conhece essa frutinha vermelhinha, vibrante, que é a acerola?

De onde vem? Como é sua flor? Quem poliniza?

Venha descobrir. 😉

acerola é conhecida também como azerolacerejeira-do-parácerejeira-de-barbados , cerejeira-das-antilhas e West Indian Cherry (Cereja das Índias Ocidentais).

É nativa das Américas (Central e norte da América do Sul) e Antilhas. Por ser uma planta muito rústica e resistente, ela conquistou facilmente várias áreas tropicais, subtropicais e até semiáridas.

Embora ela não seja do Brasil, sua adaptação por aqui foi notável.

Foi introduzida em Pernambuco na década de 50 e se espalhou pelo NE e outras regiões do país. Hoje são cultivadas cerca de 42 variedades, sendo o Brasil o maior produtor, consumidor e exportador de acerola no mundo.

A ACEROLEIRA

A aceroleira é um arbusto ou arvoreta de até três metros de altura, cujo tronco se ramifica desde a base, com a copa  bastante densa e globosa. As folhas são pequenas, verde-escuras e brilhantes.

FLORES

As FLORES são hermafroditas, têm 5 pétalas sendo que algumas tem o contorno franjado. A cor varia do esbranquiçado ao rosa, com perfume bem suave. Estão dispostas em cachos com até seis flores por inflorescência.

A flor é típica da família botânica Malpighiaceae e possui um par de glândulas de óleo (elaióforos) na base de cada sépala, cujo recurso, o óleo, é oferecido ao polinizador, como alimento, juntamente com o pólen.

A floração acontece todo ano nos meses de setembro a fevereiro, podendo produzir frutos ao longo do período.

frutos vermelhos são os maduros e os amarelo-esverdeados estão em processo de amadurecimento.

POLINIZAÇÃO

QUEM POLINIZA? 🤔🤔

As flores se abrem a partir das 5 horas da manhã até as 15horas, mais ou menos, e duram apenas esse dia. Como recursos alimentares para os polinizadores oferecem o pólen e o óleo.

São auto-incompatíveis, o que quer dizer que não frutificam pela auto polinização, necessitando totalmente do polinizador para a produção dos frutos.

Quem já viu um pé de acerola em flor sabe que ele é muito visitado por insetos. Uma quantidade enorme deles. Mas não é todo inseto que pousa na flor que tem habilidade de coletar o óleo. Somente alguns deles “aprenderam” a coletar a substância. E, fazendo isso, polinizam a flor.

Os principais polinizadores são abelhas grandes, conhecidas como abelhões ou mamangavas, nativas do Brasil, que pertencem aos gêneros Centris e Epicharis, de tamanho maior do que as abelhas sem ferrão e a abelha- de- mel, Apis mellifera.

Centris sp

Coleta de óleo – as fêmeas se prendem na base da pétala com a ajuda de sua mandíbula. Com as pernas anteriores e medianas elas raspam as glândulas de óleo, sendo que a substância liberada é guardada em cerdas, tipo de pelo, bem duro e amarelo que têm nas pernas. Esse material armazenado é comido na hora e também levado para o consumo no ninho.

Epicharis flava foto John Ascher.
https://www.discoverlife.org/mp/20p?see=I_JSA145&res=640&flags=subgenus:

Durante a coleta, a região ventral do corpo das abelhas entra em contato com as anteras e estigmas, o que permite classificá-las como polinizadoras efetivas, pois transferem o pólen para o estigma das flores, promovendo o cruzamento. Outras abelhas, inclusive aquelas sem ferrão, também podem polinizar ao coletarem o óleo, mas sua contribuição é menor e suas visitas são ocasionais.

O fruto da acerola é suculento e abriga três sementes. O sabor é levemente ácido. Possui vitaminas A, B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3 (niacina), cálcio, fósforo, ferro e, principalmente, vitamina C, que chega a ser oitenta vezes maior do que na laranja ou limão. A indústria utiliza especialmente os frutos ainda em amadurecimento, verdes, que concentram altas taxas de vitamina C.

SAIBA MAIS

VILHENA, A.M.G.F.; AUGUSTO, S.C. POLINIZADORES DA ACEROLEIRA Malpighia emarginata DC (Malpighiaceae) EM ÁREA DE CERRADO NO TRIÂNGULO MINEIRO. Biosci. J., Uberlândia, v. 23, Supplement 1, p. 14-23 , Nov. 2007.

http://www.unirio.br/ccbs/ibio/herbariohuni/malpighia-emarginata-dc

Publicado por Alexandra Gobatto

Bióloga, Doutora em Ecologia da Polinização e Biologia Reprodutiva.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: